A atuação do Gramscismo no Brasil, estratégia marxista que foi utilizada por Lula e Dilma para tentar comunizar o País

Grupo Inconfidência
 
 
*Ideias básicas extraídas do livro “A Revolução Gramscista no Ocidente”, de autoria do General Sergio Augusto de Avellar Coutinho

O COMUNISMO ACABOU? NÃO!

Isso é uma mentira, que o Movimento Comunista Internacional (MCI) difundiu após a queda da União Soviética em 1991. Desse modo, aquele Movimento objetivou iludir os países ocidentais, fazendo-os acreditar que a URSS fora a única condutora mundial do socialismo-marxismo e que, com sua ruína, O COMUNISMO ACABARA!

Mas ele ESTÁ VIVO, BEM VIVO, e atualmente representado pela China, que apesar de aderir economicamente ao Capitalismo mantém um regime comunista brutal, pela Coréia do Norte, pelo Vietnam, Laos e por Cuba.

Mas como o COMUNISMO NÃO ACABOU, se suas tradicionais manifestações, como as greves violentas, a sabotagem, o terrorismo e a guerrilha não mais aparecem nos noticiários?

É que hoje ele, o socialismo-marxismo, adotou uma nova estratégia, dissimulada e sub-reptícia, para tomar o poder e implantar sua ideologia, a chamada via pacífica, baseada no GRAMSCISMO.

O GRAMSCISMO foi uma alternativa proposta por Antônio Gramsci, fundador e dirigente do Partido Comunista Italiano, no período de 1921 a 1937. Ele percebeu que o assalto frontal ao Estado, de modo brutal, conduzido pela Rússia com sucesso em 1917, não funcionara em tentativas subsequentes na Alemanha, Polônia, Hungria, Bulgária e Estônia. Por que isso acontecera?

Sob a ótica de Gramsci, a Rússia na ocasião tinha uma sociedade frágil que não ofereceu respaldo ao Estado Czarista, ao passo que nos países acima, que personalizavam sociedades de economia capitalista relativamente consolidada, aqueles Estados foram resguardados por verdadeiras trincheiras, as Forças-Vivas da Nação.

E quais foram essas FORÇAS-VIVAS?

As Forças Armadas, o Aparelho Policial, os Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), o Ministério Público, os Partidos Políticos, a Mídia, o Sistema Econômico Capitalista, o Sistema de Ensino, a Família, a Igreja e outras.

Gramsci raciocinou que, se essas trincheiras fossem dominadas e acatassem a causa marxista, o Estado não mais contaria com a proteção daquelas e cairia pela ação revolucionária sem oferecer efetiva resistência.

A partir de 1991, vários Movimentos Comunistas locais adotaram a postura gramscista e um deles foi o do BRASIL.
E quem abraçou essa técnica, em destaque, modificando seu estilo truculento, foi o marxista Partido dos Trabalhadores (PT), que chegou ao poder em 2003.
 
Para provar que o PT, na atualidade, agiu como previsto por Gramsci e quer implantar a ideologia marxista, observe abaixo como ele anulou em profundidade as Forças-Vivas da Nação brasileira:
 
  • Poder Executivo – ocupado por ferrenhos comunistas e terroristas;
    Lula Dilma Marco A. Garcia Franklin Martins

     

  • Poder Legislativo - neutralizado, pelo aliciamento de seus integrantes ao suborno promovido pelo Governo;
  • Poder Judiciário - obstaculizado pelo Governo no exercício da administração da justiça

    “Essa é uma tarde triste para este Supremo Tribunal Federal. Com argumentos pífios, foi reformada, foi jogada por terra, extirpada do mundo jurídico uma decisão plenária sólida, extremamente bem fundamentada."

     

  • Ministério Público - pressionado em seu desempenho de defesa da sociedade;

  • Mídia (TV, Jornais, Rádios, revistas, etc) – além de alvo prioritário do MCI, que a domina, tem a parcela democrática opositora intimidada por ações que visam anulá-la;

Mídia

Intimidada

 

  • Forças Armadas – tradicionalmente anticomunistas, tiveram seus Ministérios suprimidos e submeteram-se ao Ministério da Defesa, chefiado por elementos fiéis a Lula e Dilma;

  • Polícias Militares – impedidas por seus próprios Governadores, estes já intimidados pelo Governo Federal, de agir com eficácia contra a violência nas ruas promovidas pelos “black blocs” e pelo crime organizado, sendo esses vândalos coordenados pelo próprio Governo; abaladas em sua hierarquia e disciplina, pela criação governamental de Sindicatos de Cabos e Soldados nessa Corporação;

     

  • Sistema de Ensino – alvo de eficaz doutrinação marxista; no momento, o Ministério da Educação, por intermédio do Plano Nacional de Educação, busca perverter a infância para abolir a família;

     

    Vídeo da Dra. Damares Alves sobre a perversão infantil escolar.

    Clique no endereço abaixo ou o digite 

    https://www.youtube.com/watch?v=r_2uktcM3cI

  • Sistema Econômico Capitalista – empresários nacionais esmagados por alta taxa de juros e carga tributária exorbitante; controle de parcela do grande empresariado, por meio de uma política de financiamento e de facilidades especiais, resultando em adesões desse grupo ao Governo;

 

  • Família brasileira – em vias de desintegração moral, pela ação deletéria do Governo e da mídia perversa e tendenciosa; população urbana perplexa e intimidada pelo banditismo dos “black blocs” e do crime; população rural acuada pelo clima de terror gerado pelo MST, este patrocinado e financiado pelo PT e embrião do futuro Exército Popular Revolucionário; classe média esmagada;

Terror nas cidades, coordenado pelo Governo

Terror no campo, a cargo do MST, patrocinado pelo Governo

  • Igreja Católica e Evangélica – atacadas em sua inflexibilidade doutrinária (homossexuais, aborto, natalidade e indissolubilidade do matrimônio), para desmoralizá-las.

     

     

 

 

 

 

 

 

       
 
 
 

 

Mais por este Autor:
Artigos Relacionados: