Teoria geral do Comunismo

Dante Ignacchitti

Há mais ou menos 170 anos alguns homens observaram o seguinte: A maioria das pessoas era muito pobre, tinha muitos filhos, trabalhava até 16 horas por dia (as crianças também) e ganhava mal o que dava para comer; uma minoria era rica, tinha tudo o que precisava e mais alguma coisa: luxo, comida farta, roupas caras, joias etc... Além disso os ricos não estavam preocupados nem um pouco com os pobres; observaram, também, que os meios de produção e as boas oportunidades no governo (fábricas, comércio, altos cargos públicos) estavam nas mãos de poucos e a maioria não tinha acesso a isso . Então pensaram o seguinte: para acabar com essa injustiça, só tomando os meios de produção e cargos dessa elite e dá-los ao proletariado (de prole, que significa justamente filhos) . A ideia foi incendiária - claro, pois o proletariado era e é a maioria em qualquer sociedade, em qualquer época -, mas os que pensaram isso jamais disseram nas mãos de quem iriam ficar os meios de produção e os bons cargos (seria nas deles, os intelectuais – pessoas que têm tempo para pensar,  muitos até sendo filhos da elite, bolando as coisas para os proletários fazerem); todos, então, independente de quantos filhos tivessem, teriam acesso a tudo aquilo que precisavam para viver decentemente, sem ter que trabalhar para isso. Mas, para isso, teriam que derrubar, à força, a elite do poder e tomar também à força as fábricas, lojas, mansões, palácios e tudo o mais dos ricos. Como fariam isso? 
1. Instigando e incentivando o ódio do proletário (empregado, operário, camponês) aos patrões e proprietários;
2. Prometendo um verdadeiro paraíso na terra, futuramente, quando estivesse tudo pronto, organizado e nas mãos do povo;
3. Ensinando que,  para chegar nisso, teriam que pegar em armas.
RESUMO: A ideia explodiu; todos poderiam, finalmente, ser alguém um dia, ter direito a tudo aquilo que não tinham: boas roupas, boa comida, uma casa própria, um trabalho decente, uma carga horária mais leve; não trabalhariam mais como mulas de carga; poderiam vir a ser, quem sabe, chefes, dirigentes de fábrica, altas autoridades no governo. Não haveria mais injustiça social, trabalho desumano, humilhações. Seriam todos iguais, não haveria mais classes sociais! Que coisa incrível, que ideia maravilhosa!!... E muitos povos foram contagiados por essa ideia genial....
Entendeu? Achou fácil demais? Mas é isso mesmo. Se você aprendeu diferente, ou de modo complicado, em inúmeras aulas e palestras cheias de palavras difíceis, citações em outros idiomas, é simplesmente porque uma ideia, se for transmitida assim, com simplicidade, você não vai dar valor a quem a está ensinando, ela parecerá simplória demais; é normal o ser humano complicar, esgrimir com palavras, rebater, argumentar, tomar um ar sério e compenetrado, tentar inchar o mais possível a ideia, de modo que você pense assim: -"Puxa vida, como esse homem é inteligente! Certamente está com a razão, pois fala tão seguro de si e de modo tão difícil! Vou seguir esse sujeito! Quem sabe um dia eu consigo ser assim também!"
Com essa simples explicação você já sabe agora o que é o comunismo: a promessa de você ter de graça o que normalmente deve conseguir com o seu próprio trabalho. Qualquer coisa, além disso, será simples embromação, alguém que quer simplesmente curtir para cima de você, mostrar-se inatingível, muito superior a você; sabe para quê? Para que ele seja seu chefe na hora do confronto, e possa ficar na retaguarda, escondido, enquanto você, na linha de frente, nas ruas, morre enfrentando a polícia e o exército, que irá defender a propriedade privada e seus proprietários que a obtiveram pelo trabalho individual.
 
 
TEORIA GERAL DO COMUNISMO II 
 
Após aquela “exaustiva” primeira aula sobre o comunismo, vamos acrescentar mais alguma coisa, pois o principal você já sabe. Provavelmente os criadores dessa filosofia “fantástica,” que traria o paraíso à terra, observaram cuidadosamente uma outra fantástica criação da Natureza: As abelhas; que coisa incrível! Todas iguaizinhas, trabalhando incansavelmente até morrer, sem reclamar de suas tarefas ou dos superiores! Operárias colhendo néctar, soldados defendendo a colmeia, faxineiras cuidando da limpeza, babás cuidando dos bebezinhos-abelhas...Vamos impor isso às pessoas, decidiram. Que azar...Os homens não são abelhas. Uns são idiotas, outros gênios, uns preguiçosos, outros muito trabalhadores...Uns são até bons operários, mas assim vão morrer: Operários. Outros, operários durante o dia, mas à noite estudantes, ou pesquisadores, ou muito curiosos, inventores, habilidosos...Que se transformarão em médicos, empresários, cientistas, músicos...Veja Tomas Edison: só tinha a 4ª série primária e fundou a General Electric. Veja Fleming: descobriu a penicilina quase por acaso! E Mozart: Aos 5 anos impressionava a todos pela sua genialidade musical (e seu pai ganhava dinheiro com ele)! Olhe Santos Dumont: Nem terminou o curso de engenharia! E assim, através dos séculos, a contribuição individual dos homens vem criando, sem fim, todo o monumental acervo científico-cultural da humanidade. 
O comunismo sufoca todas essas possibilidades humanas. Olhe Cuba: Uma pobre ilha, há 58 anos nas mãos de um homem que fala sem parar, em discursos de horas a fio: "Revolución! Revolución! Abajo el Capitalismo! Quem quer revolução? O povo quer capitalismo! Quer boas roupas, automóveis, eletrodomésticos, TV digital, DVD player, Smartphones, a fartura e o colorido dos hipermercados, o povo quer liberdade de tudo, de ir e vir, de se mudar para outro país, de estudar o que quiser, de criticar seus governantes, de decidir o que vai fazer da vida...O povo quer a liberdade de fabricar e consumir tudo que puder, e o velho ditador falando em imperialismo americano, imperialismo opressor, imperialismo esmagador! Ninguém é obrigado a tomar Coca-Cola ou comer sanduíche do Mc Donald. Mas lá e na Coreia do Norte e outras nações-prisões, sim, você é esmagado e oprimido pelo Estado, vigiam você dia e noite, e ai de você se falar mal do comunismo.
Não acredita? Vá até lá ou procure na Internet; ligue para um cubano e pergunte se ele pode vir aqui visitar você no Brasil, quando quiser. Os comuno-socialistas-esquerdistas vão repetir aqueles refrões que repetem há várias décadas:
1. Lá não tem mendigo! Resp: Claro que não: TODOS são pobres por igual.
2. Lá não tem analfabeto. Resp: Não?! Que ótimo! podem ler o que quiserem? Tem bancas com os principais jornais e revistas do mundo?! Eles sabem que não tem e não é permitido.
3. A medicina lá é muito avançada. Resp: Em que especialidade? Em vitiligo e doenças de pele? Você conhece ou já ouviu falar de alguém que operou o coração ou o cérebro em Cuba?! é claro que não. Cérebro ou coração operam-se em Houston, nos Estados Unidos e recentemente o ditador mais antigo do mundo passou o comando do país a  seu irmão Raul! Cuba é um país livre?! Não, Cuba é um feudo particular, uma propriedade não do povo, mas dos irmãos Fidel e Raul  Castro.
 
 
SOCIALISMO -ESQUERDISMO-COMUNISMO: ANÁLISE FINAL
 
O Socialismo, Esquerdismo ou Comunismo são a mais perversa, hedionda e cruel forma de perverter as naturais relações sociais e econômicas entre os homens e destruir a individualidade das pessoas; são invenção de homens com graves deformações de personalidade, conduta ou de visão do mundo. 
São sistemas mantidos, desde seus princípios, por homens avessos ao trabalho regular, à rotina laboral, à hierarquia natural entre os seres humanos, estabelecida pela própria Natureza; seus criadores e seguidores são pessoas capazes de matar toda uma geração, a título de um pretenso bem-estar para as gerações futuras; são homens que nunca criaram valores morais ou empregos, ou produziram bens ou serviços para seus semelhantes; são pessoas frias, que consideram as demais simples “massas” a serem moldadas de acordo com o que pensam e decidiram ser melhor para a humanidade; são deformidades humanas que devem ser combatidas sem tréguas, permanentemente, como devem ser combatidos os vermes, as bactérias, os vírus e todos os vetores de doenças infectocontagiosas e malignas. 
Porque essa é a mesma visão que eles têm de nós; são inimigos irreconciliáveis da família, do trabalho individual, da propriedade privada licitamente constituída, da Fé, da Esperança e da Paz; a felicidade humana, para eles, é sempre no futuro distante, quando todas as pessoas tiverem suas individualidades destruídas e se transformarem naquilo que eles pensam que devem ser: AS MASSAS. Quando as pessoas se transformarem em MASSAS, aí sim, eles estarão realizados. 
VOCÊ vai permitir? 
Mais por este Autor:
Artigos Relacionados: