Urnas Eletrônicas: por que uma ameaça?

* Reynaldo De Biasi Silva Rocha

- As Urnas Eletrônicas no Brasil resultaram de uma iniciativa do PT, para garantir o triunfo do Partido nas eleições. Lançadas inicialmente com um comprovante de papel, pouco depois o retiraram, deixando a fiscalização e a recontagem de votos impossibilitadas de realização.

- Tais Urnas já são fraudadas em sua construção, visando a obtenção do sucesso por aquele Partido (exemplo: a cada 3 votos, 1 é do PT, etc).

- Nas eleições presidenciais, funciona um tripé constituído pelas Urnas, pelos Institutos de Pesquisa e pelo TSE.

As Urnas garantem o aumento indevido de votos; os Institutos de Pesquisa procuram emparelhar o candidato petista ao opositor melhor colocado, para que aceite de bom grado o 2º lugar; e o TSE, presidido por um Ministro do STF ligado ao PT intervém, manipulando eletronicamente o resultado ao final do 2º Turno para dar a vitória àquela organização política.

- A ascensão de Dilma ao poder ocorreu assim, e Toffoli, na ocasião, no Tribunal Superior Eleitoral, impediu a entrada de fiscais no local e, no momento decisivo, fechou as portas para tranquilamente adulterar os resultados.

- O Presidente Bolsonaro, quando deputado, conseguiu aprovar seu Projeto de Lei assegurando a volta do papel comprobatório nas Urnas Eletrônicas, mas em início de 2018, o STF, apoiado pela Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, declarou que por falta de recursos do TSE, as Urnas funcionariam sem comprovante.

- No sufrágio propriamente dito desse ano, a supracitada engrenagem entrou em funcionamento conforme planejado, levando nosso atual Presidente a combater abertamente a fraude evidente, o Comandante do Exército a proferir uma grave advertência quanto a esta burla, e o Gen Mourão a afirmar que haveria uma Intervenção Constitucional das Forças Armadas, se Haddad vencesse.

Essa pressão impediu a aspiração comunista – Haddad ficou surpreso por não ter sido eleito.

É CRUCIAL ELIMINAR DE VEZ AS URNAS ELETRÔNICAS, INSTRUMENTOS VICIADOS E DESONESTOS, DE NOSSAS ELEIÇÕES, POIS EXISTE UM GRAVE E REAL RISCO DE QUE O PT RETORNE EM BREVE AO PODER PARA SAQUEAR E COMUNIZAR O PAÍS, UTILIZANDO-AS.

Presidente do Grupo Inconfidência

Mais por este Autor:
Artigos Relacionados: