Reação à Campanha Erótico-Pornográfica do Governo

*Grupo Inconfidência

O Grupo Inconfidência, cumprindo sua finalidade estatutária de DEFESA DA FAMÍLIA TRADICIONAL E DOS VALORES CONSERVADORES DA SOCIEDADE, denunciou em seus Jornais Inconfidência nº 105 (pág 3 – “Brasil Macunaímico” / Olavo de Carvalho), e nº 109 (pág 12- “Corrupção de Menores"), uma campanha erótico-pornográfica do Governo que visa destruir o núcleo familiar, para moldar um novo a seu talante, o que facilitaria o domínio da Nação. Nas edições acima, destacamos como elementos da citada campanha, um manual distribuído aos interessados e interessadas em seguir carreia no ofício de prostituto e prostituta, a recomendação governamental de produtos de “sex shop” e filmes pornográficos e, também a disseminação de uma cartilha de pornografia a estudantes de escolas públicas de 13 a 19 anos, onde os alunos sem conhecimentos dos pais, deverão anotar, em detalhes, suas experiências sexuais e que contém ainda em seu corpo a incitação à pratica de masturbação masculina e feminina, descendo em pormenores para um desempenho prazeroso.

Para contrapor-se à essa sórdida iniciativa, o GRUPO enviou cartas com cópias dos artigos acima, pelo correio e pela internet:

* a autoridades da Igreja Católica e Protestantes, solicitando que delatassem a seus fiéis, a verdadeira face de um Executivo que deve ser renegado por todos, ao tentar transformar os brasileiros em seres vis, destruindo a célula familiar e que os doutrinasse sobre o papel crucial de família tradicional e dos valores da sociedade, obstáculos de vulto ao comunismo que ameaça ser implantado no País;

* ao cidadão em geral, para que reproduzisse a carta recebida e os artigos anexos, entregando-os ao maior número de pessoas e que fizesse contato com o sacerdote ou pastor de sua igreja, demandando-lhe  providência;

* aos Associados do Grupo, para que se ligassem aos membros da hierarquia das Igrejas, narrando-lhes os fatos em tela e conclamando-os a posicionar-se e a reagir a essa atividade do Governo.


A carta base, foi expedida a 600 cardeais, bispos e sacerdotes da Igreja Católica e a 200 pastores, recebendo o GRUPO, de muitos destinatários, a solidariedade, a congratulação e a manifestação de seu engaja-mento contrário ao infame intento.

VOCÊS VIRAM ISTO?


Ano passado foram as mulheres do ministro Gilberto Gil e do governador Jacques Wagner, da Bahia, que se beijaram lesbicamente com o incentivo do marido petista, no despudorado carnaval baiano.


Este ano, Gil não se fez de rogado e beijou Lulu Santos em cima do “Expresso 2222” e repetiu o beijo homossexual, tal qual sua mulher.

quando será criada
a bolsa-pornô?



Onde estão os pais, mães, professores, educadores, os intelectuais, as Igrejas, os poderes legislativos e judiciários, a mídia, as associações de classe, os clubes de serviço, que não reagem a essa "pouca vergonha" patrocinada pelo governo Lula e seus asseclas? Depois, não reclamem...

Mais por este Autor:
Artigos Relacionados: