O evento mais importante do ano

*Luiz Felipe Schittini

Os brasileiros viveram nesses meses de junho e julho momentos inesquecíveis: as festas características dessa época e a Copa do Mundo de Futebol, onde todos independentemente de ideologia política e classe social, se irmanaram torcendo pelo Brasil. Esse fato nos leva a ser conhecidos internacionalmente como a "pátria das chuteiras". Mais o mais importante evento do ano está ainda por vir: as eleições majoritárias de outubro. Os nossos maiores adversários não são a Alemanha, Argentina, Espanha, Inglaterra, França, Bélgica e a Croácia, mas sim: a corrupção, violência, desemprego, as drogas, a carência nos hospitais e escolas, a falta de infraestrutura que nos impede de crescer economicamente e de saneamento básico.

No jogo das Eleições de Outubro cada brasileiro e brasileira deverão ser os jogadores mais importantes do país, onde a bola deverá ser substituída pelo voto consciente e honesto.

Preocupa-me muito os 2.025.628 jovens de 16 e 17 anos que irão votar pela primeira vez bem como os 8.576.523 de 18 a 20 anos também eleitores. Eles decidirão pelo futuro do país que será promissor ou nefasto. Pediria aos jovens que tivessem os seguintes cuidados:

1*) Não acreditem em tudo que venha pelo WatsApp e internet, pois não se sabe se são verdadeiras.

2*) Saibam que o único meio para transformar o Brasil num país menos corrupto e mais digno e justo para os seus cidadãos é através do seu voto consciente.

3*) Não permitam que professores  mal intencionados e colegas doutrinados nas Escolas, Faculdades e Universidades façam as "suas cabeças", induzindo-os a votarem em certas pessoas. É preciso ter cuidado para não ir na onda.

4*) Atenção redobrada com os "falsos socialistas", na realidade comunistas, com aqueles discursos da vitimização (coitadinho, não teve oportunidades e é vítima da sociedade capitalista e da burguesia); da ideologia de gênero (a criança é que deve escolher o seu sexo). A verdade é que a família mantém a propriedade privada, sendo o principal obstáculo à implantação do comunismo, que tem como um dos pilares a propriedade estatal); da liberação do uso das drogas e do aborto. O que eles almejam é se apoderar e perpetuar no poder, ter um partido único, canal estatal, controlar as informações, censurar a internet e prender / assassinar os opositores desse regime autoritário.

5*) Observem como os meios de comunicações fazem de tudo para denegrir a família tradicional (homem, mulher e filhos), célula máter de uma sociedade cristã e propagadora da propriedade privada. Quando ocorre o falecimento dos pais, esta passa para os filhos e assim por diante.

6*) As drogas também contribuem muito para a destruição das famílias bem como o enfraquecimento de um povo. Os governos petistas deram "carta branca" para a entrada delas no país, em face dos seus grandes produtores serem aliados ideologicamente e pertencentes ao Foro de São Paulo.

7*) O incentivo por parte da mídia ao grupo LGBTQ+1 (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais) é uma outra forma de destruição da família tradicional. Vai de encontro aos ensinamentos bíblicos de que Deus criou o homem e a mulher para a perpetuação da espécie humana.

8*) Se quiserem saber o que realmente aconteceu no início da década de 60 que redundou no movimento cívico - militar e religioso de 31 de março de 1964, procurem conversar com pessoas que viveram naquela época. Não se atenham a "falsos contadores de histórias nas salas de aulas".

9*) Vocês devem recordar que o PT esteve no poder de 2002 (Lula) até 2016, quando houve o impeachment de Dilma Rousseff. O que têm a dizer sobre o aumento
da corrupção, violência, da criminalidade, do uso de drogas, da falência do ensino, do sucateamento dos hospitais e da segurança pública, além do excessivo número de desempregados (cerca de 13 milhões)?
Por acaso estão contentes com esse caos social, político e econômico pelo qual estamos passando?

10*) Por que centenas de pessoas tentam entrar diariamente nos EUA, para terem uma vida mais digna, enquanto o mesmo número de venezuelanos fogem do seu país, pelo mesmo motivo? Onde estão os defensores dos Direitos Humanos no Brasil que se calam diante da covardia e tirania a que estão submetidos os nossos irmãos sul-americanos? Vocês acreditam nesses "falsos socialistas" que "emprestaram" (doaram) o dinheiro do povo brasileiro ao falecido Hugo Chávez e Nicolás Maduro, ditadores sanguinários da Venezuela?

11*) Não podemos esquecer que o  Bolivarianismo da Venezuela é o novo socialismo do século XXI, um eufemismo do comunismo. Nesse país há um grande número de presos políticos, sem direitos a nenhum tipo de defesa.

12*) Os "falsos socialistas" afirmam que o socialismo não é comunismo. Esqueceram que na teoria marxista ele é uma das suas etapas para chegar a tal fim. E que a toda poderosa e ícone do comunismo era a então União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

13*) Analisem a vida política de cada presidenciável: ideologia política, envolvimentos com falcatruas, corrupção, trocas exageradas de partidos e principalmente, o seu caráter.

E um recado especial para os 11.620.861 eleitores acima dos setenta anos: não deixem de participar desse ato cívico, que determinar á o futuro da nossa querida Pátria.

Os jovens e as futuras gerações desde já agradecem o esforço e a participação dos Senhores e Senhoras.

Há uma frase do jornalista Gilberto Dimenstein: " O Brasil é  uma nação de espertos que, reunidos, formam uma multidão de idiotas". Que nas eleições de outubro deixemos de ser espertos e idiotas, e sim, patriotas, honestos, responsáveis e preocupados com o crescimento moral, ético, social, político e econômico do nosso país.

* TEN CEL PMERJ
Instrutor de Deontologia, Chefia Militar, Gestão
do EM e Trabalho de Comando das Academia de
Polícia Militar D.João VI e Escola Superior da
PMERJ no período de 2000 à 2012.
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Mais por este Autor:
Artigos Relacionados: